fbpx

Staff

Equipa

Exigência, criatividade e paixão.

Hélder Landim

Sub Chef

Fã de Ronaldinho, em pequeno queria ser jogador de futebol. Mas a vida fintou-o, e a sua paixão pela culinária e pastelaria levou-o a ingressar na EPADRC, em Alcobaça, para se formar no mesmo curso. Os golos chegaram sob a forma de oportunidades quando entrou no campo profissional: Mercado da Ribeira, Bistro 100 Maneiras, Quinta do Arneiro e Plano, até chegar, finalmente, ao Alma Nómada, onde é chamado de ‘o Rei da Cachupa’. Escusado será dizer qual é o prato preferido de Sua Alteza Real…

Gonçalo Arsénio

Cozinheiro de 2ª Categoria

Amante do desporto desde criança, licenciou-se em Ciências do Desporto, em Coimbra, e trabalhou como Personal Trainer. Mas o bem-estar soube-lhe a pouco e, num ato de coragem, trocou-o pelos bons sabores. Voltou a estudar, desta vez na Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, e trabalhou no Plano, em Lisboa, com o Chef Vítor Adão. O pão levou-o até à Ericeira, onde cocriou uma micro padaria de fermentação natural, e aí ficou até se juntar à equipa Alma Nómada. O seu prato predileto é um clássico de sempre: Arroz de Pato.

 

Daniel Alves

Cozinheiro de 1ª Categoria

O Universo e o que se passa lá em cima, onde moram as estrelas, era a sua grande paixão de criança. Mas foi com os pés bem assentes na terra que tocou naquelas que se chamam Michelin.
Afinal, depois de se ter formado na Escola de Hotelaria de Setúbal, partiu para a Irlanda para trabalhar no Cliff House, premiado com uma estrela. E o brilho continuou a fazer parte do seu percurso, em restaurantes como a Bica do Sapato, o Palácio do Chiado, o Eleven e, agora, o Alma Nomada. Como prato favorito, não tem dúvidas: só podia ser Bacalhau à Brás.

Inês Gomes

Chefe de Sala

Conhecida por doce Inês, fez da sua personalidade simpática e dedicada, o trunfo do seu sucesso. Após formar-se com mérito e realizar o sonho de trabalhar com crianças, voltou à hotelaria, talvez porque nos tempos em que ajudava os pais na cafetaria tenha percebido que um cliente satisfeito volta sempre. Fez parte da equipa de sala do Loco, uma estrela Michelin, e chefiou o balcão do chef Alexandre Silva, no Mercado da Ribeira. Hoje, continua a gostar do sorriso das crianças, mas é o dos clientes que a faz feliz. Não passa sem o cozido à portuguesa da mãe, nem a tarte de amêndoa do pai.